Como reconquistar ou conquistar o amor da sua vida






Dicas para conquistar o amor da sua vida. Confira

Na grande maioria das vezes, o término de um relacionamento pode ser algo bastante doloroso para ambas as partes. A sensação de vazio que a ausência da pessoa amada traz é algo desconfortante. E em muitos casos o rompimento da relação leva tempo para ser superado. Muitas pessoas pensam que foi difícil para conquistar o amor, e será mais difícil ainda para reconquistar.

Existem diversos motivos pelos quais um casal, mesmo apaixonado, decide terminar seu relacionamento.

E as principais causas do término, na maior parte das vezes, são resultados de sentimentos negativos, tais como: desconfiança, falta de empatia e compreensão, ausência de companheirismo e orgulho. Estes são alguns dos motivos mais propensos a fazer com que um casal chegue à decisão de culminar de vez a relação.

Entretanto, muitas vezes o término dessa relação pode vir de maneira impensada ou traumática, impulsivamente, no calor da emoção. E o rompimento nestas circunstâncias pode fazer com que uma das partes não aceite emocionalmente a nova situação.

Provavelmente muitos já se depararam, ou já sentiram na pele como é o término de um namoro, casamento ou noivado, quando ainda existe sentimento intenso envolvido.

É algo dolorido. Principalmente quando a decisão do término vem de apenas de uma das pessoas, e não em um consenso comum. O resultado disso pode ser o vazio e um sentimento de incapacidade de prolongar e conseguir manter a relação.

Porém, em alguns casos, embora uma das pessoas envolvidas tenha decidido por esse término, ainda existe um sentimento que ambos conservam um pelo outro. E esse sentimento é capaz de fazer com que uma, ou a outra pessoa envolvida ainda seja capaz reconquistar a pessoa amada, ou seja, novamente conseguir conquistar o amor lindo que existe entre vocês.

A reconquista do antigo relacionamento ou um novo amor?

Por outro lado, em outros casos, a coisa é diferente. Algumas pessoas conseguem passar uma borracha no ocorrido e seguir em frente. Outras pessoas procuram por novas experiências. Podemos dizer, alguns optam por novas conquistas. E muitas vezes essa busca é bem-sucedida e a vida desse indivíduo segue com um novo amor. Conquistar o amor para algumas pessoas vale mais do que reconquistar.

Então, se você se encontra nesta situação da reconquista, e ainda tem esperança de um recomeço do relacionamento. Ou se a situação é outra, momento de novas conquistas, e você já tem uma nova paixão, separemos para você excelentes dicas para reconquistar, ou conquistar o amor da sua vida, seja ela uma nova pessoa, ou seu amor antigo.

O método de conquistar o amor é quase a mesmo para reconquistar. Esse método dependerá quase que exclusivamente de suas próprias atitudes.

Então, como reconquistar ou conquistar o amor de sua vida. Confira as dicas.

Reconquiste sua autoconfiança e amor próprio

Por mais clichê que isso pareça, essa é uma verdade quase que inquestionável.

Mas antes de explanar essa ideia do amor próprio, é importante deixar claro algo que introduza esse conceito.

E essa introdução consiste em algo deveras importante:

O conceito do amor próprio com base em métodos de conquistas é que: maneira alguma você deve se fazer de vítima, mostrar que se sente abandonado (a), ou mostrar carência, para reconquistar ou conquistar o amor da sua vida. Não implore pela pessoa. Se ela tiver que vir, atitudes naturais é o que vão fazê-la aproximar.

Lembrando que, quando se trata de término de relacionamento, sentir-se emocionado (a), cultivar um sentimento de empatia e solidariedade pela relação de amizade que ainda possa existir entre vocês é um sentimento belo, que mostra sua maturidade.

E é bem diferente da insistência melodramática da pessoa que está carente pela volta da relação. A carência e a forma de insistência nesse âmbito irão apenas repelir qualquer pessoa que você deseja conquistar, ou reconquistar. Se você quer conquistar o amor, aquela pessoa que sente ser o amor da sua vida, a ansiedade pode ser mais intensa, mas vale a pena controlar essa ansiedade.

Mulheres gostam de homens maduros e seguros, e vice-versa

Nenhum indivíduo, seja homem ou mulher, gosta desse tipo de atitude, tampouco as mulheres, que buscam homens seguros para se relacionar.

Mostrar segurança, valorizar-se e ter postura de uma pessoa segura e confiante, principalmente diante dessa nova condição do término da relação, só vai mostrar o quanto você está apto a conseguir seu objetivo com a pessoa amada.

Deixe no ar a impressão de que você é uma pessoa otimista, segura e equilibrada. Deixe transparecer o amor próprio que existe dentro de você e o que faz de você uma pessoa forte e confiante.

Essa confiança é como um belo presente para a pessoa a qual você deseja conquistar. Se o seu desejo é conquistar o amor e ser feliz com a pessoa amada, essa confiança deve existir sempre.

Então, o grande segredo de ter próximo (a) de você determinada pessoa é valorizar a si próprio. E esse amor próprio irá trazer a você diversas oportunidades para um recomeço, seja no velho relacionamento, ou em outros que virão.

E com base nessa valorização, vamos à segunda dica, que consiste na calma na hora de ir atrás de seu objetivo amoroso.

Não corra atrás da pessoa desesperadamente

Essa dica também vale para reconquistas, ou novas conquistas que venham acontecer.

Ela também consiste em manter uma postura confiante e segura para conseguir alcançar metas nos novos ou velhos relacionamentos.

Deixar uma conversa acontecer de forma espontânea, se for a vontade de ambos, é a maneira mais natural de permitir que uma direção para a reconquista da relação possa fluir também de maneira natural.

Isso também vale para o caso de uma conquista.

Se houver desespero, ansiedade e excesso de carência diante da pessoa amada, você se tornará inconveniente a ponto de precipitar fracasso e ficar mais distante de alcançar seu objetivo.

Por isso, não implore. Chame apenas para uma conversa se sentir que a pessoa amada também cultiva essa vontade por você. É fácil saber quando ela quer, ou não quer. Não faça nada além do que seja a vontade da pessoa. O segredo é não ultrapassar os limites com ela. E isso também é uma questão de respeito. Todos nós temos nosso espaço para podermos respirar, pensar e decidir o que queremos para a vida. E esse espaço deve ser respeitado com prudência.

Mostre-se uma pessoa diferente, mas sem forçar a barra

Não force a pessoa a ver que você está diferente. Simplesmente faça diferente e deixe que o coração dela consiga enxergar isso naturalmente. Um grande segredo é deixar a pessoa sem notícias suas. Se ainda existir sentimento, ela vai sentir sua falta e achar uma maneira de procura-lo (a). Se não existir mais sentimento, sua ausência não fará falta e você deve aceitar isso.

Mas, vamos presumir que ainda exista sentimento. No caso de a pessoa procurar por você, mostre que está diferente em poucas palavras. Lembre-se de manter a confiança.

Para reconquistar ou conquistar o amor da sua vida, não force-se a exibir um novo comportamento. Simplesmente deixe que a pessoa percebe essa diferença por minúcias, e aos poucos. Ninguém muda da noite para o dia. Então, se forçar um comportamento diferente apenas para reconquistar a pessoa, isto irá soar como algo falso que logo a pessoa vai perceber.

Não deixe que a pessoa pegue aversão a você, mas mantenha ela próxima com carinho, e respeitando o espaço que é dela.

Mantenha seu controle emocional e continue vivendo sua vida

Pode ser que você comece a pensar demais. Então esses pensamentos começam a gerar sentimentos como raiva, saudade, ciúme, e uma série de sentimentos negativos.

E não vai ter jeito. Você terá que aprender a se controlar seu emocional de uma forma intensa. Um deslize emocional pode ocasionar uma atitude de desespero, e o resultado disso será o fracasso da reconquista.

Por isso, um extremo controle emocional será necessário para conseguir atingir seu objetivo.

Algumas dicas são: Faça exercícios, caminhadas para esfriar a mente, pratique uma ioga, ou meditação. Saia com os amigos. Planeje bem seu dia para que não haja momentos ociosos. Pois são nos momentos ociosos que os pensamentos e atitudes erradas virão.